O amor que transforma

Festa da Transfiguração de Jesus- O que podemos contemplar neste dia?

O amor que transfigura e transforma

 A Transfiguração de Jesus é narrada no Evangelho como  um momento extraordinário na vida de Jesus com seus apóstolos: diante de três deles, Pedro, Tiago e João, a figura do Mestre fica divinamente mudada. É uma cena de “epifania”, mostrando por um momento quem, de fato, é Jesus.

Seu rosto, suas vestes e o ambiente inteiro mostram o esplendor divino, que não aparecia normalmente em sua forma humana de viver. Os três apóstolos ficaram fascinados e não queriam mais sair daquele ambiente celeste, no qual se fez ouvir a voz de Deus Pai: “este é meu Filho amado. Ouvi- o” (cf Mc 9,2-10). É o testemunho de Deus em favor de Jesus.

Esse momento foi importantíssimo para os apóstolos, pois lhes deu a justa compreensão de quem era Jesus: não era apenas mais um profeta, ou mais um sábio Mestre da Lei de Moisés. Jesus foi apresentado diante dos apóstolos e confirmado por Deus Pai como o “Filho amado”. A mesma voz de Deus recomendou: “escutai-o!” Precisava de mais algum diploma ou carimbo de autenticação!?

 

Quem devemos ouvir?

Para a Igreja, vale essa mesma recomendação ainda hoje. Vivemos num mundo de “cacofonias” e de confusão de vozes e mensagens. Muitas pessoas já não sabem mais a quem ouvir e seguir. E são facilmente influenciadas por ondas do momento, da publicidade, dos índices de audiência, das pesquisas de opinião... A quem devemos ouvir?

 

Orientar-se em Jesus

Vale lembrar neste contexto as palavras de S.Pedro, no final do discurso de Jesus sobre o “pão da vida”: “a quem iremos nós, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna” (Jo 6,68). Devemos ter respeito pelas pessoas que pensam diversamente de nós, mas isso não significa que devemos negar as verdades da nossa fé católica e o ensinamento de Jesus. Ele é “a verdade” que nos liberta, mesmo se isso vai no sentido contrário da opinião geral, ou das tendências do momento. O cristão deve orientar-se pelos ensinamentos de Jesus Cristo.

 

 

Humanidade sonhada por Deus

Somos hoje convidados a contemplar exatamente essa glória do Tabor , pois no Cristo transfigurado, está a humanidade, sonhada, planejada e criada por Deus, está cada cristão, que tem essa disposição interior de doar-se por inteiro, e que ninguém tenha medo, Deus nunca exigirá de nós o mesmo sacrifício da cruz, mas que nossas pequenas ações possam pelo menos refletir um pouco, do Amor de Jesus de Nazaré, para isso é necessário buscá-lo e escutá-lo, pois somente ele e mais ninguém, nos ensina com tanta autoridade, como é que se ama de verdade.

 

Queremos ser transformados

 

Também estamos nós na cima daquele Tabor maravilhoso e desejamos ser transformados pelo amor de Jesus em seus instrumentos de amor no meio do mundo que queremos servir sem reserva.  Nós queremos transformar nosso ambiente, nosso lar, nosso Brasil em uma nova terra, em uma terra transfigurada de Maria com nossa testemunha de amor incondicional.

 

Viver a experiência de Tabor

É um tempo de graça, um esforço comunitário para correspondermos bem à missão que Jesus Cristo confiou à Igreja. Nós como gente de Schoenstatt comprometida com nossa Igreja local tentaremos de trazer a experiência do Tabor a nossa terra como leigos e leigas que se deixam transformar pelo amor de Cristo e Maria.

 

Chamados a dar testemunho

Aquilo que Jesus ordenou aos apóstolos - “vós sereis minhas testemunhas” – Vamos dar testemunhas desse amor que santifica e transforma tudo?  

Deus Pai com Maria, Nossa Mãe e Rainha, nos abençoe e conduza pelos seus caminhos!

 

Padre Marcelo Aravena

Amex Assessoria