Finados sinal de amor pelos falecidos e sua fé

Rezemos pelos nossos fiéis defuntos como nos pede a Igreja

O Dia de Finados - 2 de Novembro de 2020

 

O Dia de Finados é uma data marcante para milhares de pessoas no Brasil, mas a origem da celebração é desconhecida para muitos.

 

Na tradição da Igreja Católica, 1º de novembro é comemorado o Dia de Todos os Santos, quando se reza por aqueles que morreram em estado de graça, com os pecados perdoados. Já, nos inicios do Cristianismo, no século II  os fiéis  rezavam pelos falecidos e pelos mártires.
O dia seguinte foi considerado o mais apropriado para fazer ora
ções por todos os demais falecidos, que precisam de ajuda para serem aceitos no céu.  É por isso que no dia 2 de novembro se celebra o dia de Finados, conhecido também como o Dia dos Fiéis  Difuntos ou Dia dos Mortos.  Na realidade desde o século XIII que esse dia tem sido comemorado.

Assim podemos confirmar que a Igreja sempre rezou pelo eterno descanso das almas dos  mortos.  Isto é um claro sinal de solidariedade na fé.  E também é uma verdade que a Igreja esta composta também por aqueles ja falecidos que viveram  sua vida na fé.

No Credo Niceno-Constantinopolitano nos menciona duas vezes a realidade dos mortos como parte do nossa existência na fé: “… E de novo há de vir, em sua gloria (Jesus Cristo), para julgar os vivos e os mortos; Creio na Igreja,e espero a ressurreição dos mortos e a vida do mundo que há de vir. Amém.  Nossa Igreja é uma comunidade de vivos e mortos.  Nos toca a nós vivos lembrar, rezar e oferecer por aqueles que nos antecederam no caminho da fé.

No Livro de Tobías 12, 12 lemos: "Quando Tú oravas com lágrimas e enterravas os mortos, quando deixavas a tua refeição e ias ocultar os mortos em tua casa durante o dia, para sepultá-los quando viesse a noite, eu apresentava as tuas orações ao Senhor."

Queridos amigos e amigas, neste espírito convido vocês para rezar frequentemente pelos nossos falecidos:

 

Pai santo, Deus eterno e Todo-Poderoso, nós Vos pedimos por (nome do falecido), que chamastes deste mundo. Dai-lhe a felicidade, a luz e a paz. Que ele, tendo passado pela morte, participe do convívio de Vossos santos na luz eterna, como prometestes a Abraão e à sua descendência. Que sua alma nada sofra, e Vos digneis ressuscitá-lo com os Vossos santos no dia da ressurreição e da recompensa. Perdoai-lhe os pecados para que alcance junto a Vós a vida imortal no reino eterno. Por Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém (Rezar Pai-Nosso e Ave-Maria.)

 

Dai-lhe, Senhor, o repouso eterno e brilhe para ele a Vossa luz! Amém

(católicoorante.com.br)

 

Pe. Marcelo Aravena

Amex Assessoria
Doe agora